Projeto "Infecções de Transmissão Sexual: Vigilância no Brasil da Etiologia das Uretrites e das Úlceras Genitais e Análise de Resistência aos Antimicrobianos"
  • Apresentação

    Publicado em 24/08/2018 às 15:41

    O projeto “Infecções de transmissão sexual: Vigilância no Brasil da Etiologia das Uretrites e das Úlceras Genitais e Análise da Resistência aos Antimicrobianos” é uma parceria entre o Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), do HIV/Aids e das Hepatites Virais do Ministério da Saúde (DIAHV/MS) e o Laboratório de Biologia Molecular, Microbiologia e Sorologia da Universidade Federal de Santa Catarina (LBMMS/UFSC).

    Esse projeto tem por objetivo geral identificar os agentes etiológicos causadores das ISTs nas uretrites e nas úlceras genitais no Brasil e caracterizar o perfil de resistência aos antimicrobianos com testes moleculares e/ou fenotípicos.

    Entre 2015 e 2016, o Departamento de IST, Aids e Hepatites Virais/MS (DIAHV/MS) em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina, por meio do Laboratório de Biologia Molecular, Microbiologia e Sorologia/CCS/UFSC, conduziu o primeiro estudo de Vigilância da Resistência de N. gonorrhoeae aos antimicrobianos. Os resultados deste primeiro estudo fundamentaram mudanças nas políticas de saúde, por exemplo, a exclusão do antimicrobiano ciprofloxacino como tratamento de primeira linha em infecções gonocócicas anogenitais não complicadas (NOTA INFORMATIVA Nº 6-SEl/2017- COVIG/CGVP/DIAHV/SVS/MS).

     

    EM CONSTRUÇÃO…